domingo, 11 de abril de 2010

Raimundo Fagundes


Raimundo Fagundes


Um Bom Companheiro
Navegante Camarada


Vento amigo da bonança
cá do meu peito não sai
as muitas doces lembranças
do teu companheiro, meu pai

Ele, que num certo dia
resoluto, decidiu optar
pelo canto da Maresia
Do Laguna, Gibraltar

Comandante, Timoneiro
amante da navegação
fez-se amigo parceiro
do ribeirinho irmão

Ali, ele alegremente
a bordo da embarcação
transportava sua gente
sem cobrar um tostão

A sua pequena estatura
pôde à todos revelar
alguém de nobre postura
no agir e no falar

O seu filho predileto,
mano Josué de Portel,
é testemunha de perto
desse depoimento fiel

Navegante Poeta do Arraial Gibraltar
a dor da saudade só falta matar!
Por admirar tua consciencia cidadã
o filho aqui virou teu maior fã

Falo pra minha Viola
que meu pai navegador
nunca frequentou escolas
mas na vida foi um doutor

Homem das literaturas
sabia fazer a tradução
das Sagradas Escrituras
pro meu querido povão

Do Púlpito traduzia
com seu jeito peculiar
a complicada teologia
pra linguagem popular

Autodidata, erudito
amigo dos livros, jornais...
ele que falava bonito,
uma imensa falta me faz

Mas nosso sonho sonhado
juro pela navegação
será um dia realizado
em verso, prosa, canção

Êita meu pai querido!
Lembro cá no Pantanal
o teu hino preferido:
"Solta o Cabo da Nau"

O único traço que de ti herdei
foi sonhar o sonho dum povo rei:
Do Marajó ser um paraiso feliz
valorizado por certo ingrato país


Jetro Fagundes
Farinheiro Marajoara

4 comentários:

Raquel disse...

Poeta,meu grande poeta,que linda homenagem feita ao seu pai!!
Sucesso à você meu primo querido.

Oricelia disse...

que lindo! ficou muito emocionante meu pai tambem era assim!

costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jetro disse...

467 Solta o Cabo da Nau

Hino da Harpa Cristã

- Sobre as ondas do mar



Oh! Por que duvidar,
Sobre as ondas do mar,
Quando Cristo caminho abriu?
Quando forçado és, contra as ondas lutar,
Seu amor a ti quer revelar

coro

Solta o cabo da nau
Toma os remos na mão
E navega com fé em Jesus;
E então, tu verás que bonança se faz
Pois com Ele, seguro serás .