sábado, 3 de abril de 2010

Natã

Natã


Companheiro no Campo
das Conquistas


Meu Companheiro de Comunidade
que nas ações de solidariedade
mantém a chama do Socialismo
sempre acesa com seu ativismo

Caro amigo da canção, poesia
que realiza sonhos, utopias
botando em prática ideologias
com exercicios de cidadania

Tu que no Centro da Periferia
estabeleces linda parceria
com uma gente que na alegria
além da guerra é de cantoria

Você que tanto se alegra comigo
a tua casa sempre deu abrigo
muitas crianças: meninos, meninas
na Comunidade Nova Horizontina

Sempre invejei o teu suave jeito
de um radical e sereno sujeito
capaz de se mostrar indignado
quando optas em ficar calado

Hey amigo! Hey meu irmão!
é pra você essa canção
Hey amigo! Hey meu irmão!
Companheiro, Camaradão

O teu sorriso puro, verdadeiro
ja denuncia que és um parceiro
das companheiras e dos camaradas
apaixonados pela caminhada

A tua voz tão meiga, de candura
nunca apoiou arcaicas estruturas
lembra que és amigo de Guervara
um companheiro que tudo encara

Você que é pra lá de gente boa,
a elegancia em forma de pessoa
tu sempre andas muito bem vestido
prestando ajuda aos desassistidos

Tu que tens sido meu advogado
eu deixo aqui o muito obrigado
fique bem claro que não mereço
você amigo de tamanho apreço

Finalizando esse cantarolado
com tua Maria sente-se ao meu lado
baixinho lhes contarei um segredo:
Ninguém esquece o anjo João Pedro


Jetro Fagundes
Farinheiro Marajoara

3 comentários:

Raquel disse...

é muito bom saber existem que
pessoas como o Natã,que fazem a diferença por
onde passam .Deus abençoe esse moço!!!

Jetro disse...

Na casa do Natã, uma partida de Xadrez ganha vida. Os tabuleiros esquecem a fria lógica das equações e as estratégias do jogo para se renderem aos encantos das cordas das Violas que ali são dedilhadas em compasso e versos de espera.
Uma certa bailarina bem que deveria
aparecer por lá numa dessas horas.
O Convite tá feito.

nattan disse...

Muito obrigado pelos versos. Tua capacidade de cantar as pessoas é encatadora.
Do seu amigo e irmão...
Natan