domingo, 25 de abril de 2010

Caravelando a Portugal


Caravelando a Portugal


Vento amigo das caravelas,
Poxa, vem comigo navegar,
Pela querida terrinha bela
Que fica pro rumo de além mar.

Lá onde um poeta romântico,
Fala que a quantidade de sal
Do seu oceano Atlântico,
São as lágrimas de Portugal.

Vamos ver a linda Lisboa,
Onde tu vento sabes, eu sei,
Que ali a pessoa do Pessoa
Dos poetas ainda é o rei.

Poeta que para os sonhadores,
Disse em tom encorajador:
Quem quiser ir além das dores
Terá que ultrapassar o Bojador!

Ele fez a grande descoberta,
Talvez numa crise de desamor,
Afirmando que todo poeta
É completamente um fingidor.

Quero que tu tragas o sorriso
Duma amiga pura e angelical,
Pois caravelar, sim, é preciso,
Com ela pros rumos de Portugal.

Diga, que, apesar de ser pequena
A alma desse teu amigo sonhador,
Sabe que tudo vale à pena,
Para conquistar um grande amor.

E que essa tua amiga bela
Descubra, na hora de caravelar,
Que quando o amor se revela,
Nunca sabe como se revelar.

Vento amigo da minha amiga,
Que transpira versos e canções,
Vem também, que mil cantigas
Faremos na terra de Camões.

Tu que beija a Flor da Pele,
Da amiga cheia de inspiração,
Venha a Portugal e caravele,
Pelas curvas da composição.

Vento que sopra pra todo lado,
Bora, ta na hora de viajar,
Vamos cantarolando um fado,
A linda Fada amiga vai gostar.


Jetro Fagundes
Farinheiro Marajoara

6 comentários:

Gladis disse...

Lindo meu amigo!
Sabe que essa sua amiga fada é loukinha por Portugal,seus mares,
barcos,velas e Pessoas.
Os ventos e as águas sempre me tocam o coração.Parabéns pela sensibilidade.Entrou em sintonia comigo.Abraços poéticos de uma fadado Sul.

Diva disse...

Jetro a sua poesia é de extremo bom gosto.Parabéns poeta voce se supera a cada dia!!!!

Raquel disse...

lindo,lindo...

leni fagundes disse...

ORA POIS POIS!!! ESCREVESTES MUITO BEM!!!COMO SEMPRE NAO É? RSRS! BJU

Maria Cristina disse...

Jetro, que sabe tocar na alma, em fado, versos e encantos. Exercita-se numa linguagem tranquila que nos leva verdadeiramente a navegar pelas águas mansas de um pingo d'água descendo na pétala de uma rosa.

"Tu que beija a Flor da Pele"

Ana Helena Tavares disse...

Ah, Portugal, Portugal... Como tens belos recantos!
Que de ti fazem cupido, terra apaixonante!
Sempre a despertar amores e encantos naqueles que têm coração de eterno amante!

Beijo grande, Jetro.